Malucos por livros

Porque ler também é coisa de maluco

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Sugestão do dia: Marley e Eu




"Quando John e Jenny se casaram, decidiram logo que queriam ter filhos, e para testar se seriam ou não bons pais, resolveram comprar um cachorro, este que foi batizado de Marley. Com o tempo, o cão foi tornando-se um forte labrador de 44 kg que, ao longo de treze anos colocou seus donos em situações embaraçosas e hilariantes, mas mostrou, ao mesmo tempo, o que realmente é importante na vida."
Essa é a sinopse de "Marley e Eu - A Vida e o Amor ao Lado do Pior do Cão do Mundo", um livro do jornalista estadunidense John Grogan, que relata a história real da relação entre Grogan e seu cachorro Marley. O livro é um bestseller em inúmeros países, inclusive no Brasil.

Abaixo segue a resenha das Lojas Americanas sobre o livro:
"John e Jenny haviam acabado de se casar. Eles eram jovens e apaixonados, vivendo em uma pequena e perfeita casa e nenhuma preocupação. Jenny queria testar seu talento materno antes de enveredar pelo caminho da gravidez. Ela temia não ter vindo com esse 'dom' no DNA, justamente porque matara uma planta, presente do marido, por excesso de cuidado - afogando-a. Então, eles decidiram ter um mascote. Vão a uma fazenda, escolhem Marley, ao tomar contato com uma ninhada, porque também ficam encantados com a doçura da mãe, Lily; só depois têm uma rápida visão do pai, Sammy Boy, um cão rabugento, mal-encarado e bagunceiro. Rezam para que Marley tenha puxado à mãe, porém suas 'preces' não são atendidas. A vida daquela família nunca mais seria a mesma. Marley rapidamente cresceu e se tornou um gigantesco e atrapalhado labrador de 44 kg, um cão como nenhum outro. Ele arrebentava portas por medo de trovões, rompia paredes de compensado, babava nas visitas, apanhava roupas de varais vizinhos, e comia praticamente tudo que via pela frente, incluindo tecidos de sofás e jóias. As escolas de adestramento não funcionaram - Marley foi expulso por ter ridicularizado a treinadora. Mas, acima de tudo, o coração de Marley era puro. Da mesma forma que ele recusava alegremente qualquer limite ao seu comportamento, seu amor e lealdade também eram ilimitados. Marley repartia o contentamento do casal em sua primeira gravidez e sua decepção quando sobreveio o aborto. Ele estava lá quando os bebês finalmente chegaram. Conseguiu 'fechar' uma praia pública e arranjar um papel num filme de longa-metragem, sempre conquistando corações ao mesmo tempo em que bagunçava a vida de todo mundo. Por todo esse tempo, ele continuou firme, um modelo de devoção, mesmo quando sua família estava quase enlouquecendo. Eles aprenderam que o amor incondicional pode vir de várias maneiras."

O livro tem 3 personagens principais, John, Jenny e Marley, além de outros coadjuvantes.
"Marley e Eu" foi adaptado para o cinema em 2009 pela Twentieth Century Fox, e se tornou um sucesso de bilheteria. No filme, Owen Wilson é John e Jennifer Aniston, Jenny.
O livro é da editora Ediouro e foi lançado em 18 de Outubro de 2005.

Curiosidade::

-Ficou em 1º lugar na lista dos ''Mais Vendidos" do The New York Times.

Aragorn

7 comentários:

Paulinha disse...

O marley é doidão oO, o livro é *mara* de mais

Dáh disse...

Queria que ele fosse meu cachorro!

Fionda o Shark. disse...

bah vou ver esse filme..já ouvi falar,mais nem prestei muita atenção,mas lendo esse resenha parece muito interezante ;)

Felipe "Miro" 'Dreads' disse...

To querendo pegar o livro emprestado mas ainda não consegui...=P

Sequelanet disse...

O livro é muito bom, bem melhor que o filme. É ao mesmo tempo engraçado e triste.

PeÐro BanÐoli disse...

Um dos melhores que peguei pra ler até hoje! xD


Ps: Um dia meu livro vai estar na lista de bestsellers do NYT. ;D

theloreanaveia disse...

nossa!!
ótimo livro... tenho um cachorro igual, me senti na história!

e acabei de comprar um livro desse pra minha namorada!!

ótimo blog... brasil necessita de cultura!
t+

Postar um comentário